Fala gente bonita tranquilidade.

Uma vez eu estava ministrando aula de planilhas eletrônicas e eu recebi uma pergunta inusitada de uma aluna:  Professor o senhor pode me ensinar todas as funções?

Então eu olhei para ela e perguntei: será que você tem tempo para aprender todas as funções do Excel por que existe mais de 400?

Nesse momento ela arregalou os olhos e balbuciou: 400 funções professor?

Bem, como professor, eu quis tranquiliza-la, e retruquei: não se preocupe! Eu vou te ensinar a aprender qualquer função que aparecer na sua frente se fazendo duas perguntas simples.

E as duas perguntas que falei a ela, vou ensinar para você agora!

Começando a entender…

É muito comum os alunos, ao deparar com uma função do Excel, perguntarem como ela cai na prova. E a verdade é que não adianta saber como ela cai na prova se não se saber para que ela serve, ou seja, qual é a definição daquela função.

Então acredite, a pergunta certa vai trazer a resposta certa.

As duas perguntas mágicas

Para aprender qualquer função você precisa fazer duas perguntas mágicas

– Qual é a missão (ou definição)

– Qual é a sintaxe

Vamos às explicações!

A Missão

Quando se pergunta a missão, se pergunta a razão de ser da função, ou seja, para quê que aquela função serve.

Um exemplo bem simples: imagine que você depare com a função SOMA na sua frente e não sabe o que fazer. Para caminhar no aprendizado, basta fazer a primeira pergunta mágica: qual é a missão da função SOMA? (Usa o Google) e logo o grande oráculo da pesquisa eletrônica virá com a explicação.

Se outra vez deparar com a função média, faça a mesma pergunta – Qual é a missão da função Média? E você receberá como resposta: calcular a média aritmética (cuidado, não é qualquer média, é a média aritmética).

Assim, ao invés de ficar com a cabeça anuviada, faça a pergunta certa que você terá a resposta certa, até porque não existe resposta exata para: “como é que isso cai na prova”.

Apenas para constar: a função soma tem a missão de somar os números que você colocar dentro de um argumento.

A Sintaxe

Depois de saber a missão daquela função está na hora de aprender a sintaxe.

A sintaxe nada mais é do que a “forma” como se escreve uma função.  Deixa-me fazer um paralelo com a língua portuguesa para facilitar o teu entendimento:

Na nossa língua portuguesa, as frases pronunciadas seguem uma sintaxe padrão: sujeito + verbo + predicado, ou seja, existe uma “forma” de gerar as frases.

O Excel tem a mesma ideia: existe uma sintaxe para se escrever as funções e cada função respeita uma determinada sintaxe.

A principal sintaxe (ou “forma”) de se escrever função é essa abaixo

=Nome (argumento).

Onde “Nome” é o nome da função e “argumento” são os valores que se deseja trabalhar.

Exemplo

Função soma:

=Soma(A1:A3)

O que estou dizendo aqui é: Excel, some os valores A1 até A3. Lembrando que “:” é um operador do Excel e se você não conhece os operadores do Excel ainda, pode aprender neste artigo aqui.

Como te disse, existem mais de uma sintaxe, por isso você deve sempre perguntar a sintaxe certa para cada função.

Resumindo

Assim, para entender qualquer função, deve-se perguntar: a missão e sua sintaxe.

Assista ao vídeo abaixo para ver minha explicação.

 

 

COMENTE PELO SITE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *